Tamanho do texto
Imprimir página
Print This Page
Envíe la página por email
Email This Page

Estudo de Caso de Geologias Complexas: Pré-Sal

Identificar prospectos de perfuração em um portfólio de pré-sal intensivo

Como um operador tecnologicamente sofisticado de exploração e produção (E&P) offshore, o qual acumulou um vasto portfólio em reservas comprovadas e subdesenvolvidas no Golfo do México e regiões costeiras da África Ocidental, Brasil, e do Mediterrâneo. Eles alinharam a capacidade de perfuração submarina para testar o mais alto potencial em prospecções e se depararam com uma decisão, ou abandonar ou estender as concessões que irão expirar em breve, ou adquirir blocos de vizinhos. Acreditava-se que a reserva seria altamente prospectiva, mas os potenciais reservatórios-alvos eram difíceis de captar imagem, pois muitos estavam obscurecidos por corpos de sal ou camadas de sal extensas.

Multi-Projeto 'Alliance' utilizando o Reverse Time Migration (RTM)

Para entender melhor os riscos e as oportunidades associados ao seu portfólio de exploração, o operador de E&P comprometeu-se com uma aliança RTM multi-ano com o nosso grupo GX Technology (GXT). Como um dos primeiros a adotar a nossa técnica de RTM, o operador estava consciente das vantagens que traria para as situações de imagem estruturalmente complexas, incluindo reservatórios alvos que estavam adjacentes ou abaixo do sal. Tendo trabalhado com o nosso grupo GXT Imaging Solution sobre o avanço da RTM, eles foram testemunhas em primeira mão da melhoria em eficiência que o GXT alcançou na implementação do computacionalmente intensivo algoritmo RTM .

As imagens subterrâneos mais claras auxiliam na diminuição dos risco de um portfólio de exploração

As camadas de sal com geologias complexasDesde que o acordo foi assinado, nós temos auxiliado este cliente de E&P a compreender melhor os riscos e as oportunidades associados ao seu particular portfólio de exploração. Aproveitando a aliança, as equipes de exploração do cliente tem sido capaz de avaliar rapidamente a posição de suas reserva subdesenvolvida no Golfo do México, eles tomaram decisões chaves sobre o arrendamento de aquisição (e desinvestimento), e progrediram rapidamente nos conceitos de exploração, o que levou a um conjunto de prioridades de curto prazo de perfurações prospectiva. Em outros lugares, o RTM e os estudos geofísicos adicionais permitiram ao cliente a melhor caracterizar os ativos que já foram descobertos e, ao fazer isso, otimizar a sua avaliação, desenvolvimento e programas de gestão de reservatórios.